Páginas

terça-feira, 30 de agosto de 2016

ÉPO — Sidras artesanais da Morada Cia Etílica

É a primeira vez que esse blog fala de outra bebida, que não cerveja. Mas o motivo é mais do que justo. A intenção é fazer o leitor esquecer aquela popular sidra com “c”, que só é lembrada em comemorações de final de ano.


Hoje falaremos da Épo, a primeira sidra artesanal brasileira, produzida pela Morada Cia Etílica. O casal André Junqueira e Fernanda Lazzari - responsáveis por várias cervejas que tanto amamos - mudaram de ares e embarcaram na fermentação natural das maçãs Fuji e Gala.

E por que fizeram isso? Pela necessidade de bebermos boas sidras, algo comum no mercado europeu e norte-americano, pela versatilidade dela ser bebida pura, com gelo ou na elaboração de coquetéis, e porque é uma categoria que mais cresce em velocidade, em países como os EUA.




Digestiva, leve, de baixo dulçor, ácida, frutada e sem glúten. São algumas características da sidra. E para mostrar que você deve dar espaço a elas no seu copo, segue abaixo a degustação e análise que fizemos da Épo. Vale lembrar que todas possuem a mesma base e 6,4% de teor alcoólico:



Morada Épo Hop - Dry hopping de Citra, Cascade e Centennial
Cor remete ao vinho branco. Aroma de lúpulo é presente, suave e equilibrado. Bem carbonatada na boca, frisante. Termina muito seca.



Morada Épo Ambu - Maturada em carvalho francês e amburana
Cor remete ao vinho branco. Madeira bem marcante, que remete mais ao carvalho que a amburana - leve especiarias. Na boca é equilibrada e permanece um pouco do amadeirado.



Morada Épo Hibi - Infusão de flores de hibiscos e suco de abacaxi
Cor remete ao vinho rosé. Aroma “funky”. Na boca vem o frutado e adocicado, sem deixar enjoativa. Abacaxi suave. Aftertaste muito “funky”.

---


E para quem quiser provar as sidras Épo, hoje será o lançamento no Hop Lab, no Rio de Janeiro - Rua Barão de Iguatemi, nº 292, Praça da Bandeira -, a partir das 17h, com a presença do criador das sidras, André Junqueira, para um bate papo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário