Páginas

terça-feira, 22 de março de 2016

DEAD DOG AMERICAN IPA - EDIÇÃO ESPECIAL CAFÉ COUTO — Marca de Niterói lança edição especial com café, da sua tradicional American IPA

A cerveja Dead Dog é uma American IPA, portanto o lúpulo exerce um papel importante na sua elaboração. Ela também é uma Single Hop, ou seja, uma única variedade de lúpulo foi utilizada no seu preparo. No caso, o lúpulo que entrou na receita foi o Chinook, de origem norte-americana.

foto: Cecília Marraschi


A marca foi desenvolvida por cervejeiros caseiros da Região Oceânica, de Niterói-RJ, que resolveram transformar o hobby em uma produção profissional, porém mantendo as mesmas características de uma cerveja caseira. A cerveja Dead Dog preza pela qualidade de seus ingredientes e pela seriedade em seu processo de produção.

E o que acontece quando a já tradicional American IPA da Dead Dog é deixada alguns minutos com um punhado de grãos de café? A resposta é: um chope inesquecível e que já se tornou fixo nos eventos em que a Dead Dog participa.

Seguindo a premissa do movimento #BebaLocal, foi utilizado o café selecionado e torrado pelo barista Bruno Couto, que também é de Niterói, ou seja, até o café é da cidade. A grande novidade é que, agora, aquela Dead Dog com café que só era possível encontrar nos eventos, estará disponível nas prateleiras do seu bar preferido.

foto: Cecília Marraschi

A receita da Edição Especial Café Couto é a mesma da Dead Dog American IPA tradicional, com a diferença que ela passa no café antes da etapa do envase da cerveja.

Nas versões chope ou garrafas de 600 ml, a edição especial pode ser encontrada nos melhores estabelecimentos do Rio de Janeiro.

#DeadDogNaVeia

Nenhum comentário:

Postar um comentário