Páginas

terça-feira, 7 de outubro de 2014

CERVEJARIA BUZZI – Sustentabilidade na terra de Dercy

Localizado na região serrana do estado do Rio de Janeiro, o município de Santa Maria Madalena é conhecido por ter um dos melhores climas do Brasil e ser a cidade onde nasceu Dercy Gonçalves. A falecida humorista é a todo instante lembrada na região, seja na homenagem da estátua em Praça Pública, no museu que aborda sua carreira e infância na região ou no Mausoléu na entrada do Cemitério Municipal.



A Cervejaria Buzzi seguiu os passos da Dercy e trouxe o município de Madalena à tona, com a primeira microcervejaria da região Centro-Norte Fluminense. Ela começou igual a outras artesanais, de forma caseira produzindo 20 litros. Hoje é uma autêntica cervejaria com tanques de fermentação, panelas de brassagem em inox e quatro funcionários contratados. A ideia é contratarem mais, pois a produção aumentou de quatro para sete mil litros mensais – a capacidade total que a cervejaria suporta são 20 mil litros por mês. As cervejas não levam conservantes, não sofrem pasteurização e são refermentadas na garrafa. Todas são engarrafadas e ainda não são envasadas em barris. Meses atrás veio a conquista do tão almejado registro da cervejaria junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Um dos diferenciais da cervejaria – localizada num galpão da Fazenda Minas Gerais – é a produção baseada nos princípios da sustentabilidade. A madeira de eucalipto que alimenta o fogo das caldeiras e o melado utilizado em uma das cervejas, oriundo da plantação de cana-de-açúcar, vêm da própria fazenda – além da madeira e cana-de-açúcar, também comercializam flores. A água pura e cristalina utilizada pela cervejaria é trazida da nascente da montanha. E o bagaço resultante das produções serve de ração para as galinhas da fazenda.

Giovani Buzzi, um dos sócios da cervejaria, e a cerveja Rumbier


Fui recebido na cervejaria por um dos sócios, o Giovani Buzzi – os demais são: Ana Paula Estellet Buzzi, Marcos Vinícius Bueno e Abílio Gonzaga. Ele me contou a história da marca e apresentou seus rótulos: dois estilos de baixa fermentação (pilsen não filtrada e bock) e seis de alta (blond, weiss, red ale, stout, strong ale e uma IPA em fase de testes). São realizadas até três brassagens por dia, onde cada panela tem capacidade de 250 litros. Os rótulos são colados manualmente um a um nas garrafas. O envase também é manual e uma a uma cada garrafa recebe sua tampinha – para produção em pequena escala não é exigido envase mecanizado.

A mais vendida de todas é a Buzzi Weiss. Já o rótulo que mais gostei de provar foi a Buzzi Rumbier, receita sem um estilo definido, mas que a maioria quando a prova diz se assemelhar a uma strong ale inglesa. Ela recebe adição de melado de cana (daí vem o uso do “rum” no nome, tal qual a bebida caribenha que é feita com melaço) e é refermentada com leveduras de champanhe. O resultado é uma cerveja alcoólica (9% ABV), com dulçor evidente, porém bastante seca.

Buzzi Rumbier - english strong ale/specialty beer - 9% ABV
Cobre avermelhada e opaca. Espuma quase branca, média-alta formação e estável. Aroma doce (melado, caramelo e frutas cristalizadas/secas), de fermento, fim com lúpulo sutil e álcool imperceptível. Sabor doce, seguido de amargor e adstringência com média intensidade. O gole seguiu doce (melado, caramelo e frutas) e o fim foi alcoólico (sensação aquecedora). Corpo médio e carbonatação frisante. Aftertaste bem seco.


Na 4ª edição do Rio Gastronomia, realizado no mês de agosto, a cervejaria esteve presente no evento realizado no Jockey Club, na Gávea. Participando da feira de produtos do interior do estado, seu estande foi um dos mais concorridos, com quase duas mil garrafas de cervejas vendidas. E ainda para este ano estão fechando uma participação no Mondial de La Bière Rio, que será realizado de 20 a 23 de novembro.

Quem estiver interessado em adquirir as cervejas, podem ser encontradas para venda em vários pontos de Madalena e de Nova Friburgo, atualmente os principais mercados da cervejaria. Os municípios de Rio das Ostras e Macaé – a Buzzi participa ativamente apoiando a ACervA Macaé – já recebem as cervejas e dentro em breve ela também estará em Niterói. No Rio de Janeiro já está sendo vendida na CADEG (Mercado Municipal do Rio de Janeiro), mas demais pontos também a receberão. A ideia é expandirem cada vez mais e mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário