Páginas

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

OCEÂNICA EXPERIENCE #2 - Yellow Cloud, uma APA inspirada nas novidades do nordeste americano

A Cervejaria Oceânica vem lançar o segundo rótulo da série Oceânica Experience. É a Yellow Cloud, a cerveja número #2 da série, inspirada nas novidades do nordeste americano.

Abaixo segue o release de apresentação desta novidade:



A série Experience é a materialização dos nossos desejos casuais. E diante do cenário atual, é impossível não desejar algo que seja inspirado nas novidades do nordeste americano. Assim, criamos a Yellow Cloud, a cerveja número #2 da série. Utilizando quantidades absurdas de Citra e Mosaic em um duplo Dry Hopping de um mosto fermentado pela levedura London Ale III, a Yellow Cloud é uma American Pale Ale leve, porém intensa. Sua turbidez é resultado da utilização de técnicas e ingredientes que equilibram a intensidade dos lúpulos.




A decisão pela utilização da levedura London Ale III se deu não só pelas notas de frutas que ela traz para o sabor e aroma, que complementam as características dos lúpulos usados, mas também pelo equilíbrio na sensação de boca que ela propicia. Estas características aliadas à um tratamento específico da água e o perfil grãos utilizados, agrega à Yellow Cloud tudo que uma ótima APA deve ter.

Ela será comercializada principalmente em latas de 473ml não pasteurizadas. A data de lançamento será divulgada em breve.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

MANIACS IPA — Custo/benefício para os Loucos por Cerveja

A importadora e distribuidora Beer Maniacs já têm cervejas para chamar de suas. Investindo na produção de rótulos próprios, ela criou a marca Maniacs Brewing Co., cervejaria que foge do lugar comum das cervejas de massa, mas investe em cervejas com alta drinkability - você certamente vai querer dar mais um gole. São produtos que apresentam excelente relação custo/benefício, feitos por Loucos por Cerveja para os consumidores Loucos por Cerveja!




Dentre os lançamentos está a Maniacs IPA - disponível em garrafas de 300 e 600 ml, latas de 350 ml e em chope -, que segue a escola das cervejas artesanais americanas. Ela foi medalha de bronze na Copa Cervezas de América, em evento que aconteceu esse ano no Chile.


MANIACS IPA | 4.7% ABV | 30 IBU

Degustação: Cor dourado escuro a âmbar e brilhante. Espuma branca, com média formação e boa retenção. Aroma frutado e cítrico, remetendo ao maracujá, de forma moderada. Suave resinoso. Sabor segue o aroma, com amargor médio, leve percepção de adocicado, corpo bem leve e alta carbonatação. Aftertaste amargo e seco.




Para quem quiser provar a cerveja, a dica é ir nessa quarta-feira no happy hour do Empório Colonial - Av. Erasmo Braga, 278, Centro, Rio de JaneiroA invasão com a Maniacs Brewing Co. está marcada para começar às 18h, com chope Maniacs IPA e garrafas da Maniacs Pilsen. Até lá!


domingo, 18 de dezembro de 2016

CERVEJAS DE NATAL — Brasileiras e belgas para harmonizar com a ceia natalina

A festividade religiosa mais aguardada do ano será comemorada no próximo domingo. Época de confraternizar, rever entes queridos, comer muito e beber cerveja. Sim, existem boas opções de cervejas de Natal, que harmonizam muito bem com pratos típicos dessa época.

Seguem alguns exemplares brasileiros e belgas de cervejas natalinas, e a descrição de cada rótulo feito pelas cervejarias.

Feliz Natal e saúde!


BADEN BADEN CHRISTMAS BEER | 5.5% ÁLC/VOL | Brasil
É refrescante e levemente frisante, assemelhando-se a um espumante. Elaborada especialmente para as festas natalinas brasileiras, é uma cerveja de trigo, do tipo Ale, com coloração clara, corpo leve, sabor residual levemente seco e aroma frutado. Ela acompanha pratos típicos das festas de final de ano como peru, panetones e frutas frescas e secas.



BAMBERG WEIHNACHTS ALE | 6% ÁLC/VOL | Brasil
Criada para celebrar o Natal, esta cerveja não segue estilos e foi pensada para combinar com a ceia e o clima brasileiro nesta época do ano. A receita leva malte de trigo, cevada e 30% de malte de centeio na receita, o que confere uma certa rusticidade. O IBU de 35 ajuda a combater a gordura e, assim como o lúpulo de sabor frutado da região de Hallertauer, deixa a cerveja mais refrescante. Uma leve pitada de malte defumado e fermento Ale de Kölsch dão o toque final. Apesar do malte de centeio, é uma bebida filtrada, de coloração avermelhada, aroma e sabores frutado, defumado e condimentado. Harmoniza com a ceia de Natal, tender, leitoa assada, churrasco, rabanada, família reunida e confraternização.



BODEBROWN SPEKULAAS | 7% ÁLC/VOL | Brasil
Inspirada em uma tradicional bolacha natalina europeia, a Spekulaas resgata a tradição de países europeus de distribuir biscoitos para as crianças no Dia de São Nicolau, em 6 de dezembro. A base é uma Belgian Dubbel com açúcar mascavo, trigo e especiarias utilizadas na iguaria de Natal. São 7% de teor alcoólico e baixo amargor, com toque de sabor maltado e notas de damasco, canela e uvas passas e diversas especiarias como canela, noz moscada, pimenta branca, pimenta preta, zimbro, cardamomo e casca de laranja. O aroma típico da bolacha é marcante, com notas sutis de frutas desidratadas e ameixa, bem como noz moscada, cardamomo e canela.


DELIRIUM CHRISTMAS | 10% ÁLC/VOL | Bélgica
Nascida em 2000, ainda é fabricada apenas para as festas do Natal e Ano Novo. Sua aparência é cobre avermelhado, lembrando a Delirium Nocturnum. Espuma fina, branca, cremosa e que deixa rendas na taça. Uma complexa entidade de malte caramelo, frutas, especiarias e a doçura do álcool. O sabor traz uma forte presença de álcool, muito picante, ligeiramente amarga. O aftertaste é doce, picante e ligeiramente amargo. O seu volume alto de álcool exige um consumo responsável.



ST. FEUILLIEN CUVÉE DE NOËL | 9% ÁLC/VOL | Bélgica
Esta cerveja tem um colarinho generoso, compacto e firme. Sua cor levemente acastanhada é o resultado do malte torrado. Tem uma nobre cor rubi escura e um aroma muito intenso. As ervas aromáticas e especiarias utilizadas aumentam consideravelmente o seu delicioso aroma. Esta cerveja é encorpada, com uma suavidade que é o resultado da sinergia de maltes caramelizados, cuidadosamente controlada na fermentação e tempo de armazenamento a frio. O amargor é muito sutil, e o sabor dominante que rege essa harmoniosa Ale vem do equilíbrio perfeito entre todos os diferentes ingredientes.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

CERVEJARIA DONNA — Lançamento da primeira loja física

Depois de tanto trabalho, dedicação e muito chope derramado no copo, a Cervejaria Donna conseguiu montar a sua primeira loja física. O local  vai funcionar como sede da marca, escritório, loja, centro de distribuição e estoque. O endereço fica no CADEG, um dos mercadões municipais mais queridos do Rio de Janeiro - Mercado Municipal do RJ - CADEG - rua 17, loja 4, R. Cap. Félix, 110 - Benfica - Rio de Janeiro - RJ.

A inauguração será amanhã, dia 17/12 (sábado), a partir das 10h. Todos os chopes da marca estarão disponíveis para degustação: Donna Ruth (Kölsch), Donna Amélia (Irish Red Ale), Donna Rachel (Kölsch “lupulada”), Donna Chica (English IPA) e Donna Juliana (Munich Dunkel). Terá venda de produtos da marca e uma torneira com chope convidado, que estréia com a Dead Dog.




Abaixo algumas fotos do local:









quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

DEAD DOG MASSACRE — India Black Ale em homenagem à banda Taurus

Ninkasi - a deusa da cerveja - e o deus do metal saúdam juntos a Massacre, cerveja da Dead Dog que homenageia a banda Taurus, ícone niteroiense que completou 30 anos do álbum “Signo de Taurus”, um clássico do trash metal nacional.



Com agressivas 87 unidades de amargor, potentes 8% de teor alcoólico e uma cor escura como as trevas do underground, essa India Black Ale traz o lúpulo como a estrela principal. Em nenhum momento ele desafina dentro da lata de 473 ml, a embalagem ideal para preservar todo o seu frescor.

Dead Dog Massacre - India Black Ale - 8% ABV - 87 IBU


Degustação: Cor marrom escura e espuma bege. Aroma de lúpulo moderado (herbáceo, frutado e resinoso), malte em segundo plano (tostado e chocolate) e um pouco de álcool. Sabor picante e com amargor alto, persistindo no aftertaste. Corpo médio a alto e carbonatação média.




E quem quiser provar a cerveja pode aparecer nessa quinta-feira (15/12) no Empório Colonial - Av. Erasmo Braga, 278 - Centro, Rio de Janeiro -, na invasão com a cervejaria Dead Dog. Durante o evento vai rolar a Massacre em lata e chope American IPA no filtro com café.


terça-feira, 13 de dezembro de 2016

AVANÇADO DE TECNOLOGIA CERVEJEIRA-WEIHENSTEPHAN — Terceira turma do ICB no Rio de Janeiro

Pela terceira vez consecutiva o Avançado de Tecnologia Cervejeira vai desembarcar no Rio de Janeiro, com uma nova turma começando em 25 de março de 2017.

O curso é uma realização do Instituto da Cerveja Brasil com a chancela da Universidade de Weihenstephan. Para quem quer se tornar um cervejeiro profissional, é uma ótima oportunidade!



O valor do curso à vista custa R$ 4.600,00. Pode ser parcelado em 7 vezes de R$ 685,71 no boleto, ou em 12 vezes de R$ 433,33 no cartão, ou em até 18 vezes com juros no PagSeguro.

Alunos ou ex-alunos do Instituto da Cerveja têm desconto, assim como associados da ACervA Carioca. Ainda restam vagas, portanto é bom correr para realizar a inscrição.



Abaixo seguem maiores informações:

O curso Avançado de Tecnologia Cervejeira do Instituto da Cerveja com certificação internacional da Universidade de Weihenstephan visa capacitar o participante em temas variados relacionados ao universo cervejeiro, na teoria e na prática, para que ele possa iniciar carreira como cervejeiro profissional em cervejarias de pequeno, médio ou grande porte.

Ementa
O curso Avançado de Tecnologia Cervejeira do Instituto da Cerveja com certificação internacional da Universidade de Weihenstephan visa capacitar o participante em temas variados relacionados ao universo cervejeiro, na teoria e na prática, para que ele possa iniciar carreira como cervejeiro profissional em cervejarias de pequeno, médio ou grande porte.

Ao final do curso, o aluno estará apto a:

•Trabalhar nas diversas áreas de produção nas cervejarias;
•Auxiliar no desenvolvimento de receitas de cerveja de diferentes estilos;
•Ajudar na otimização de receitas influenciando em parâmetros de processo e matérias-primas visando melhorar a qualidade dos produtos;
•Auxiliar na otimização dos rendimentos dos processos fabris;
•Indicar melhores práticas de higienização nas cervejarias;
•Avaliar sensorialmente cervejas, identificar os principais defeitos sensoriais e propor avanços e melhorias;
•Conhecer parâmetros e especificações de qualidade de matérias-primas, insumos, processo e produto final.



O curso tem como objetivo oferecer ao aluno uma visão real e abrangente da profissão do cervejeiro, ensinando os principais conceitos de todo processo produtivo desde a malteação até o envasamento, passando por importantes aspectos de qualidade físico-química, microbiológica e sensorial. Um verdadeiro aperfeiçoamento técnico, com teoria e prática.

Conteúdo
•História da Cerveja
•Matérias-primas e processo de malteação
•Legislação brasileira
•Processo de fabricação de mosto
•Fermentação e Maturação
•Filtração
•Envase
•Qualidade físico-química
•Qualidade Sensorial
•Qualidade Microbiológica
•Análise Sensorial e Off-flavors
•Matemática Cervejeira
•Desenvolvendo Receitas
•Chope
•Serviço de Cervejas
•Prática de fabricação de cerveja
•4 visitas à fabrica



Aulas
FDS 1 - 25 e 26 de Março
FDS 2 - 8 e 9 de Abril
FDS 3 - 22 e 23 de Abril
FDS 4 - 6 e 7 de Maio
FDS 5 - 13 de Maio - Visita à Fábrica
FDS 6 - 20 e 21 de Maio
FDS 7 - 3 e 4 de Junho

Visita à Fábrica
(Nos dias de visita os horários serão das 7h às 17h)
8 de Abril
13 de Maio

Horário
das 9h às 18h

Carga horária
136 horas
  
Frequência mínima obrigatória
80%

Método de avaliação
2 provas teóricas e dissertativas
1 trabalho (fabricação de uma cerveja)
A média para aprovação é 6,0 (seis)

Opções de pagamento
R$ 4.600,00 à vista,
7x de R$ 685,71 no boleto,
12x de R$ 433,33 no cartão,
ou até 18x com juros no PagSeguro

Link para inscrição



Público-alvo
Profissionais do mercado cervejeiro, cervejeiros em busca de atualização, cervejeiros caseiros, empreendedores do mercado cervejeiro

Pré-requisito
Ensino médio completo

Professores
Alfredo Ferreira (ICB), Martin Zarnkow (Weihenstephan), Frank Nohel (Agrária), André Junqueira (Cia Morada Etílica), Marcus Dapper (Cervejaria Dama), Julio Godoi (EcoLab), Guilherme Ceccon (Brasil Kirin), Marcelo Barga (Bio4), Rejane Hansen (Heineken), Camila Ferrari (Heineken), Wesley Beirigo (Ambev), Alex Moraes (ICB).

Coordenação
Estácio Rodrigues e Bruna Azevedo

Coordenação Local
Gil Lebre

Certificação
Instituto da Cerveja Brasil e TUM – Technische Universitat Munchen – Weihenstephan



Política de cancelamento
A desistência do curso deverá ser solicitada formalmente, através do e-mail claudia.bonadia@institutodacerveja.com.br. Caso o cancelamento seja solicitado menos de 7 dias úteis antes do início, o Instituto da Cerveja devolverá 70% do valor pago descontado-se a taxa de transferência e 15% da nota fiscal. Caso o aluno desista após o inicio, este se obriga ao pagamento de 50% do valor remanescente, a título de ressarcimento ao Instituto da Cerveja, visto que não é possível angariar novo estudante após o curso iniciado, além da taxa de 15% referente à nota fiscal. Importante ressaltar que o Instituto da Cerveja não trabalha com trancamento de curso.

Maiores informações

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

THREE MONKEYS JAM SESSION — Macacada lança linha de Session Beers com geleia de frutas

A cervejaria Three Monkeys Beer traz como novidade para o verão a linha Jam Session. São três Session Beers - cervejas mais leves em corpo e álcool - de estilos norte-americanos, que receberam adição de geleia de frutas. Daí o trocadilho, pois jam é geleia, em inglês. Os rótulos têm uma estética mais musical, fruto da união com a Radio Ibiza, parceira nessa nova empreitada.



O lançamento oficial da linha sazonal de verão será no Monkey’s Music Festival, festival de música com bandas cariocas de rock e jazz, que acontece no dia 10 de dezembro.




Em tempo: o festival, que ocorreria no Joá, em São Conrado, mudou de endereço. Agora é na Avenida Epitácio Pessoa, 1484, Lagoa, sem hora pra terminar e com ENTRADA GRATUITA!
IMPORTANTE: A casa é grande, mas sujeita a lotação. Então evite chegar tarde pra não ficar de fora.

Degustei a Jam Session Rock Stout, uma Session American Stout com aveia e adição de geleia de frutas vermelhas. Abaixo segue a degustação:

Three Monkeys Jam Session Rock Stout | Session American Stout | 4.8% ABV | 35 IBU

Degustação: Cor marrom escuro, espuma bege e cremosa. Aroma de café, torrado e nuance de frutas vermelhas. Sabor segue, com suave acidez/doçura das frutas vermelhas e chocolate amargo. Aftertaste amargo, herbal e da torra. Corpo médio a cremoso e alta carbonatação.

E quem quiser concorrer às 3 cervejas da linha Jam Session, é só participar do sorteio que está rolando no Instagram. Boa sorte!